segunda-feira, 25 de junho de 2012

Dicas para esquecer uma paixão

Engana-se quem acha que pra esquecer alguém existe uma receita pronta, cada um vai levando como pode a dor no peito. Mas isso não significa que você vai ter que viver pra sempre apaixonado por alguém que não te corresponde, a sabedoria popular tem algumas dicas que podem tornar esse caminho "de desintoxicação" mais acessível. 
  1. A primeira coisa a fazer é reconhecer que não faz mais parte da vida dele. Só é possível esquecer se você quiser mesmo esquecer. Lidar com a frustração e aceitar o fim não é fácil, mas é necessário.
  2. Se livre das coisas que fazem você lembra o dito cujo, chega uma hora que a gente não sabe mais o que fazer e pra tentar se livrar dos pensamentos então se livra das lembranças físicas.
  3. Não persiga o infeliz com e-mails, sms, recados, posts, ligações ou qualquer coisa que demonstre que você ainda está na dele, a intenção aqui é esquecer, não é?
  4. Não fique conversando com ele, manter certo afastamento do ex ajuda a recompor o coração partido e ameniza a dor de cotovelo.
  5. Nem pense em ficar stalkeando o cara. Deixe as redes sociais dele bem longe do seu campo de visão. Como você quer esquecer dele se não se afasta?
  6. Pegue aquele seu amigo e coloque tudo que sente pra fora, fale besteiras, chore... Faça o que for preciso pra esvaziar esse peso.
  7. A hora do choro e de sentir falta não pode ser permanente. Invista na sua auto-estima, deixe sua agenda lotada 24horas por dia, assim não terá tempo para pensar em besteiras.
  8. Arrume coisas para fazer leia, veja séries ou filmes, ou crie um blog mimimi e escreva tudo o que te aflige.
  9. Não visualize o tempo que viveu com ele como perdido, mas sim como uma vivência e uma lição de vida.
  10. Saia com seus amigos. Telefone para uma velha amiga para lanchar e reviver velhos momentos.
  11. Pratique exercícios, quando você pratica alguma atividade seu corpo vai produzir enzimas e liberar hormônios que ajudam a tirar o stress e dar uma sensação prazerosa que vai contribuir muito nessa fase.
  12. Não se sinta culpado por não ter dado certo. Pense um pouco na lição que você aprendeu com a situação que passou, sem dúvidas vai ver que o aprendizado custou pouquíssimo e saberá o que fazer e não fazer da próxima vez, a derrota ensina muito mais que a vitória.
  13. Mude suas rotinas. Conheça pessoas novas, vá a lugares diferentes, descubra outros interesses, surpreenda os seus amigos e a si mesma. Se apaixone novamente. Não deixe o medo de sofrer de novo, fazer com que você não olhe mais pra ninguém.
  14. Associe a imagem dele ao desconforto. Toda vez que você pensar nele você deve fazer uma auto punição no seu corpo, como um beliscão, algo que gere desconforto ou dor. Nós sempre temos uma conversa interior que nos aconselha a fazer ou não certas coisas. Esta conversa se chama self talk e fica entre nossos dois ouvidos. Esta conversa sempre procura pelo conforto e pelo prazer. Associando a imagem dele ao desconforto seu cérebro evitará lembranças. É um auto-adestramento.
  15. Muitos dizem que o tempo resolve, que outras paixões fazem a gente esquecer, que o álcool faz a gente deixar pra lá, mas o que realmente dá jeito é acordar. Acordar pro que a gente pode ser. Paixão, ao contrário do que dizem, não passa rápido e machuca bem mais do que um amor impossível. Paixão é carne, é coração, é cabeça, é juízo, é uma coisa que suja a gente toda, depois mesmo que a gente se lave, fica sentindo o cheiro pro resto da vida. Pra esquecer uma paixão a gente tem que acordar, sair da zona de conforto e sofrer, até a última gota de choro, sentir a dor bem sentida, depois que isso acontecer a gente tá pronta pra outra paixão. É isso!

E, se por acaso, você achar todas estas dicas muito batidas e clichê, você pode recorrer ao Remédio para o amor sem remédio do Pe. Antônio Vieira, retirado do Sermão do Mandato.

Existe muito mais a se fazer para esquecer ou uma paixão. Todas as outras coisas são tão difíceis quanto as anteriores. Uma grande paixão deixa marcas profundas. Algumas demoram a cicatrizar. Outras ficam abertas pra sempre...

(per)seguidores

No Google+