sábado, 29 de maio de 2010

Galochas Amarelas

“Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo". 
Será? Às vezes eu me canso da minha própria inconstância. É difícil ser assim tão volúvel. Me perco em mim mesma. É difícil NÃO querer agradar os outros. Me importo com a aprovação alheia. Quero ser querida, desejada, admirada e, se possível, amada! Não sei analisar muito bem isso: seria insegurança, carência, baixa-estima, egocentrismo, vaidade? Não sei. Só sei que sempre fui assim. Não me conheço de outro jeito. E isso não é bom.
Ser desse jeito provoca em mim uma avalanche de sensações e, como também sou muito passional, acabo agindo sem pensar. Essas emoções ou sensações chegam de maneira violenta e mudam a todo momento, sem nenhuma razão aparente. Quando vejo já fiz. Já fiz a cagada.
Ligo pra alguém de madrugada, declaro sentimentos que não tenho, julgo como idiota um cara bacana, me enlameio de chocolate, julgo como bacana um cara idiota, conquisto e perco pessoas. E sempre me arrependo, sempre. Me julgo.
Quero mudar. Quero viver essa transformação. Quero amadurecer. Parece que eu já tô passando do verde pro podre. Por que insisto em continuar adolescente? Isso aqui não é a Terra do Nunca! Não quero mais me sentir como uma garota de 14. Neste momento, pela primeira vez na minha vida, isto se faz necessário: quero ter 18 anos!
Quero ir a mais shows, uma blusa decotada e um bar com os amigos! Quero botar meus planos em prática, ao invés de ficar apenas perdendo madrugadas. Quero me arrepender menos. E se for pra me arrepender, que seja de algo novo.
Não quero que a carência me mova, pelo menos não com tanta intensidade e inconsequência. Quero SABER o que realmente quero. Ser dona de mim, guiar a minha vida. Chega de ir com a maré. Mesmo porque o mar tá brabo, além de muito poluído.”

Esse texto parece tanto comigo, que eu me pergunto se não fui que escrevi. Ele é de uma desconhecida! Uma mulher de cabelos vermelhos e galochas de plástico amarelas. Muito bonita, do tipo que chama a atenção, também o vermelho com o amarelo, enfim... Ela perdeu o seu caderno quando descia de um trem na Estação Pinheiros (São Paulo), em 2007. Quem achou o tal caderninho foi a Mônica Iozzi, do post anterior. O caderno era na verdade um diário. Um tesouro herdado pela Mônica, por acaso. Nunca soube o seu nome. Assim como a Mônica, divido aqui um pedaço do tesouro que deve ser esse diário. Espero que ela me perdoe, também

sábado, 15 de maio de 2010

#MomentoSeAssuma

Na madrugada de 13 pra 14 (sim, não estou citando algo do Arco da Velha, pela primeira vez nesse blog \o/), a repórter do CQC Mônica Iozzi enviou a seguinte mensagem do seu twitter: "MOMENTO SE ASSUMA: Já me apaixonei por um gay e não era o Ricky Martin. Amava Mara Maravilha. Cantava 'Oh joga fora no lixo' o dia inteiro!".

Desde então, a madruga da Twiterlândia foi "bombardeada" com tweets que entregavam o passado do povo, as pessoas foram revelando seus "micos" mais íntimos.

#MomentoSeAssuma

@aguiarandre #MomentoSeAssuma Já peguei uma rosa no show do Roberto Carlos
Para sua vovozinha, né? O.o

@lorena_thais MOMENTO SE ASSUMA: Já fui num show do Raimundo Fagner e gritei, aos prantos: "EU TE AMO, lindo..." Sem mais!
Amar o Fagner, beleza. Mas dizer que ele é lindo é forçar a barra demais.

@alexsimaob MOMENTO SE ASSUMA: Ok... ok... ok... Eu já me diverti ao som de Gretchen...
Hum, dançando Conga La Conga né.... huahuahua #adoGo

@higor_#MomentoSeAssuma eu já fui em um show do Negritude Jr. e achei o máximo
Caralho, pagar pra ver Negritude Jr. cantar já é um atraso, mas achar "Cohab City" o máximo --''

@StellA_GarciA MOMENTO SE ASSUMA: Já fui no show do Frank Aguiar e gritei Áuuuuuu... #muitobrega kkkk
Ainda bem que não atingiu sua consciência, muiiiito brega #fato

@luizagatto MOMENTO SE ASSUMA: Já passei mal assistindo Backstreet Boys PELA TV quando o Nick jogou a jaqueta dele na platéia e não fui eu q peguei, RS
kkkkkkkkkkkk', Como pode? Ficar, animadinha vendo os "ídolos" na tv, é aceitável, mas ficar histérica por uma jaqueta que é impossível cair sobre você é foda :P

@leilihenriques #MomentoSeAssuma Eu já fui fã do Vavá... kk
O.o without comments, rir pra não chorar né querida...

@marihbh MOMENTO SE ASSUMA: Fui ao show do Calypso e chorei por não conseguir chegar perto da Joelma
"buá, buá...Joelma, eu te amo... buá, buá" Imaginei total a cena.

@daniellasodre MOMENTO SE ASSUMA: já subi no palco em pleno show de Reginaldo Rossi e cantei garçom com ele :x
Nossa, ai não é mico não, é honra. "No bar todo mundo é igual. Meu caso é mais um, é banal, mas preste atenção, por favor..." Você é famosa! ;D

@gutobluesboy MOMENTO SE ASSUMA: Minha mãe abriu a porta do meu quarto e pegou eu dançando pelado e cantando POEIRA - IVETE SANGALO
Menos mal você está dançando imagina se... Não, NÃO imagina! hohoho #bad

@luizagatto #MomentoSeAssuma já fiz o teste pro Ídolos...
Agora fico na curiosidade pra saber o que o Arnaldo diria ao te ouvir cantar... #bad

@tweetsdorafael #MomentoSeAssuma Eu fiz teste para Chiquititas
Fala sério! eu gostava das Chiquititas, mas nunca quis ser órfã. #fail

@maxziller MOMENTO SE ASSUMA: Eu sei o nome de TODOS os Pokémons!
Aham Cláudia, senta lá!

@tawmotta7 #MomentoSeAssuma Já me vesti de Rebeldes, dançava chiquititas, assistia Teletubies!
1. Você não é o único. Tenho um amigo que fez o mesmo Hihihi; 2. Mexe, mexe, mexe com as mãos... ♫; 3. E queria ser qual deles? ^^

@Mombaque #MomentoSeAssuma Já dancei Ragatanga bêbado com travestis.
Acho que você ganhou meu querido! huahuahua Aserehe ra de re De hebe tu de hebere seibiunouba mahabi An de bugui an de buididipi ♪

@Araruna #MomentoSeAssuma Já peguei mulher feia! Imitei M. Jackson! Dancei lambaeróbica no palco! Já broxei! Sonho com um Brasil melhor!#MomentoSeAssuma
1. Quem sabe elas não fizeram um sacrifício por você?; 2. ¬¬ novidades, por favor. 3. Ah agora sim! \o/ 4. Não disse que elas estavam fazendo um sacrifício?; 5. Você, eu, alguns candidatos e meio milhão dos brasileiros. #fail

@ArianeZamar #momentoseassuma Assisti Rebelde, já fui num show do Amado Batista, morro de medo da Lady Gaga e sou louca pra dar o golpe do BAÚ no Sílvio!
1. Eu tentei; 2. O que uma pessoa vai fazer no show do Amado Batista? Cantar "Secretária"?; 3. Medo da Lady Gaga? Valha, por quê? O.o 4. Hahaha você e metade dos velhinhos que compram a Tele Sena.

@leopardotadeu #momentoseassuma acho que to meio carente, por isso o meu stress.
Pode ter certeza que não. Pessoas casadas são bem mais estressadas. Aproveite enquanto pode!

@IgorTavern #momentoseassuma Tô com saudades da minha ex. Tem um ano que terminamos.
Nossa, cara, vai pra balda, conhece umas minas... Sai dessa! Ou compra um buquê, vai pra janela dela, espera ela acordar, faz uma surpresa, Corre atrás! Mas ficar se "assumindo" no twitter ¬¬

@werbersongs #momentoseassuma Menino ou menina?! os dois!
Cada um com seu cada qual!

@suelensndcvc #momentoseassuma eu tenho um fake homem no MSN pra me divertir cantando mulheres...
hauhauahua, eu tive um! É legal ver como nós mulheres somos melhores de cantada que os próprios homens!

@livia_lmmo #MomentoSeAssuma Já me bati e coloquei a culpa na minha irmã.
Nossa, eu me encontro aqui... :D Eu também, mas na verdade, me mordi, ai foi #fail, porque arcada dentária é diferente total ;~

@MarcoRosseto #momentoseassuma Já fingi que dormia no metrô, para não dar lugar á um velhinho.
Caralho, vai ser malvado assim bem longe de mim! Tomara que quando você for velhinho todo mundo no seu vagão esteja dopado, rum ;b

@marlicepinto #MomentoSeAssuma Eu ainda gosto de algumas músicas do RBD

Pois é divido o mesmo sentimento que a Marlice...
Quando eu estava na 8ª serie (hoje 9º), minhas amigas comentavam sobre uma tal novela Rebelde. Eu sempre tive um gosto muito crítico pra certas coisas, como música e tv.
Achava a coisa mais brega do mundo ela falando daquela "novela", que ainda por cima passava no SBT --'' Mas, como nem tudo são flores e que você paga pela força das palavras... A partir do finalzinho da 1ª temporada comecei a assistir também, e até gostava de algumas coisas.

Já no aspecto "banda" eu assumo: gostava mesmo. Estava descobrindo o espanhol e achava superdivertido cantar as músicas.
Mas não fui a maior fã do grupo, nem nada parecido. Nunca comprei nenhum CD, assistia o DVD da minha vizinha e só comprei um DVD - e me arrependi depois :X - . Eles vieram duas vezes ao Ceará e eu não fui a nenhum dos shows, mas queria ter ido
Hoje, ainda escuto as músicas, ainda tenho a pasta de fotos no meu arquivo - não tenho coragem de apagar -

Tentei assistir a temporada, mas não vale a pena. (Como atores, eles são ótimos cantores :P)

E você, qual desses "micos" você compartilha? Ou qual é o seu? #Momento se assuma?

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Meme

É considerado como uma unidade de informação que se multiplica de cérebro em cérebro, ou entre locais onde a informação é armazenada (como livros) e outros locais de armazenamento ou cérebros. No que diz respeito à sua funcionalidade, o meme é considerado uma unidade de evolução cultural que pode de alguma forma auto propagar-se. Os memes podem ser ideias ou partes de ideias, línguas, sons, desenhos, capacidades, valores estéticos e morais, ou qualquer outra coisa que possa ser aprendida facilmente e transmitida enquanto unidade autônoma. O estudo dos modelos evolutivos da transferência de informação é conhecido como memética.

Bom, o Meme é como se fosse uma corrente entre os blogs, cujo objetivo é fazer várias pessoas falarem sobre o mesmo assunto. Resolvi responder um meme que vi em um blog que sigo:

Meme: Seis coisas e Seis links

Aqui vão as regras:
  1. Linkar a pessoa que te indicou;
  2. Escrever as regras do meme em seu blog;
  3. Contar 6 coisas aleatórias sobre você;
  4. Indique mais 6 pessoas e coloque os links no final do post;
  5. Deixe a pessoa saber que você o indicou, deixando um comentário para ela;
  6. Deixe os indicados saberem quando você publicar seu post.
Então:

Não vou seguir nenhuma dessas regras, a não ser a 3. Eu não quero fazer correntezinha no meu blog, quero só escrever sobre mim. xD

Se quiser, pode fazer isso no seu blog, continuar a corrente ou não, porque pela descrição, você não vai ficar manco, cego, encalhado por sete anos ou seu cachorro vai morrer se você não seguir as regras, então, ai vou eu!

  1. Faço listinhas de assuntos para postagens e ela está atrasada :$
  2. Tenho uma coleção de templates para blog. *.*
  3. Eu gosto do Rafael Cortez . Mas o melhor, na minha opinião, ali no CQC, é o Rafinha Bastos.
  4. Tenho multi-personalidades.
  5. Não gosto de Kuat. (eca!)
  6. "Favoritizo" páginas na web para ler depois. :P 
Eis aí meu primeiro "Meme!" ;D

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain

(contém spoilers)

No dia do Cine Solteironas, ganhei um filme que disseram que eu iria querer assistir muitas e muitas vezes, o filme favorito de algumas das minhas amigas.

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain é uma obra impressionante. Pode ser considerado como um filme diferente da grande maioria que existe por aí. O filme é dirigido por Jean-Pierre Jeunet (Alien - A Ressurreição e Eterno Amor) e já recebeu vários prêmios. Foi produzido na França, conta a história de Amélie desde a sua infância, que não foi das melhores. Ela viveu praticamente isolada das pessoas e seu pai, que era médico, nunca se aproximou de verdade para dar-lhe amor e carinho, só se aproximava quando precisava fazer exames nela. Ele achava que Amélie possuía uma anomalia no coração, pois este batia muito rápido durante os exames mensais, mas na verdade Amélie ficava nervosa com este raro contato físico com o pai. Além disso, seu peixinho de estimação tinha crises e tentara o suicídio várias vezes. E para completar, sua mãe teve uma morte trágica e muito esquisita.

A menina então crescera isolada de outras pessoas e sem amigos para brincar ou se divertir. Agora jovem, trabalha como garçonete e mora em um simples apartamento em Paris. Certo dia encontra uma caixa pessoal, de um antigo morador, em seu apartamento, então ela decide encontrar o dono da caixa e, por muita sorte, consegue devolver-lhe seu bem precioso. 

Encantada e ao mesmo tempo comovida com a felicidade do homem, Amélie descobre um novo sentido para sua vida e passa agora a fazer o bem ajudando a todos de todas as formas. Mas, também acaba por descobrir que ainda lhe falta algo que a impede de se sentir feliz ou realizada: um grande amor. Em uma destas pequenas-grandes ações, ela encontra um homem por quem se apaixona à primeira vista. E então seu destino muda para sempre…

Amélie traz descobertas, romance, jeito frágil e atitudes expressivas. Amélie é doce, mas vingativa. Vive em um mundo lúdico, onde transforma um dia-a-dia entediante em uma grande aventura a vida de todos ao seu redor. O fabuloso mundo de Amélie Poulain é um mundo comum. A mágica está na personagem.


Após ver o filme, me perguntei o que existe neste filme tão sutil e inexato... Talvez a personagem seja a brisa fresca que esperamos a vida inteira, o sopro que nunca chega, sempre adiado e no final permanece desconhecido. Amélie realiza as nossas mais simples vontades: sair passeando pelas cidades, ruas e avenidas; amar e ser amada.

O filme enfatiza principalmente o carinho entre os seres humanos, ou a falta dele, e a importância de enxergar e praticar as pequenas coisas. O que faz a diferença no roteiro é a mistura entre fantasia e realidade. A cabeça de Amélie é um mundo de sonhos, às vezes, porém, com seus momentos racionais, e isso causa uma identificação do público com a personagem. Afinal, difícil é quem não tenha seus conflitos entre razão e emoção.

Confesso que não foi tudo o que eu esperava, devido a expectativa que minhas amigas me fizeram criar. Nós temos uma mania de esperar mais, ou muito quando as pessoas elogiam demais, não sei com vocês, mas é assim comigo. Não criem expectativas, mas vejam o filme, é diferente de tudo que você já assistiu. =D

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Simulador BBB

Todo mundo fala mal do BBB, critica, diz que é o pinico da sua mente, mas pelo menos uma vez na vida assistiu "aquela besteira". 

Você, que assisti o BBB, é criticado pelos seus amigos, vota na internet e ainda sonha em ser um BBB: Seus problemas acabaram! A Super Interessante criou um “joguinho” que avalia, através de perguntas alternativas, quanto tempo você ficaria no BBB (meio atrasado o lançamento, mas blz). 
Segundo a descrição: Responda às perguntas e veja com quais BBBs você se pareceria se entrasse na casa. De quebra, você descobre quantas semanas sobreviveria até ser expulso do programa.
Curioso pra saber como seria sua performance?! Não? Ok, mas eu tô! Faça o teste, oras! 
Óbvio, depois aproveite para comentar por aqui como se saiu… curiosa pra ver quem ganharia de mim…

Descobri o teste via Não Salvo ;)

Sopro

Faço parte de um pequeno grupo de pessoas que não gostam das coisas mais óbvias.
Enquanto todos vão aos mesmos lugares, eu procuro ir aonde acho mais “bacana”; enquanto todos seguem a "modinha", eu prefiro fazer o que me dá prazer; enquanto todos olham para o mesmo lado, eu desvio o meu olhar para o que atrai o meu instinto. Procuro estar no presente, mas confesso que o passado é algo inerente a minha condição humana.
Diariamente ouço com atenção as pessoas que chegam a mim. Mergulho no interior de cada uma quando me permitem e juntas descobrimos um caminho para emergir. Tento sempre compreender o que querem de mim, quando se sintonizam comigo, mas, às vezes, a própria pessoa não sabe o que quer. Aí fica mais difícil!
Troco energia na medida do possível, mudo de polaridade se preciso for. Posso ser o que você quiser, não tenho medo. Participo de tudo que sou capaz, mas só posso ir até onde me permitem. De qualquer forma, eu tento e, sempre dou o melhor de mim.
Sou o que a sua percepção lhe permitir enxergar. Talvez eu seja mais louca do que você acredita e mais inteligente do que você imagina; talvez eu seja mais intensa do que você pensa e mais feliz do que você jamais sonhou; talvez eu tenha coragem de dizer o que você não ousa, ou saiba dizer, de forma simples, o que você não consegue expressar; talvez você não compreenda nada do que eu digo, mas se não, é porque não é mesmo para você compreender; talvez eu me permita ser diferente a cada dia ou talvez eu simplesmente seja assim, e realmente goste de ser assim; talvez eu goste de acordar todos os dias e fluir com a vida, dizer o que sinto e por que sinto.
Gosto de rir de mim mesma, de fazer drama quando estou muito triste até passar a dor. Mas também, quando passa, vai de uma vez só; gosto de ler coisas que me façam pensar diferente, amo mudar de ideia; gosto de pessoas de "atitude", que fazem com que eu reflita sobre as minhas; gosto de aprender tentando e crescer através das minhas experiências.
Amo ser surpreendida! Acredito muito no potencial humano, na verdade eu amo o ser humano de uma forma em geral. Escolhi minha profissão por amor, tornei-me o que sou por amor. Aliás, “o amor me move... Só por ele eu falo...”, tenho paixão pela minha vida! Por isto estou sempre sendo complacente comigo mesma, mas sei admitir quando erro, sei pedir desculpa, e estou aprendendo a lidar com a minha amiga ansiedade.
Acredito que quando é meu vem com força, quando é mais ou menos não é para ser. Não gosto de situações obscuras, não gosto de pessoas que estão metade junto a mim e a outra metade na duvida, sem saber para onde vai. Não gosto de viver mais ou menos, beijar mais ou menos, abraçar mais ou menos, sentir mais ou menos. Nestas situações eu não sou eu, sou apenas parte de mim e acredito que não fluo como deveria.
Algo que aprendi é que se eu não compreendo você a culpa é sua, e vice-versa. Me mostro à medida que você se mostra, mas, às vezes, você só vê aquilo que quer ver ou o que pode, rs. 
Vivo intensamente sim e, se o equilíbrio está no caminho do meio, há momentos em que você precisa optar. Tudo é passível de mudança e é preciso ser forte para perceber que a “persona” também é flexível e muda. A questão então é ter flexibilidade, é preciso saber ser intenso, mas flexível ao mesmo tempo e, se viver intensamente é estar entre a vida e a morte, não deixa de ser o caminho do meio, rs. Eu... Sempre filosofando demais...
Talvez você tenha uma ideia equivocada sobre a minha pessoa; talvez você me conheça mais do que você imagina; ou talvez você realmente não me conheça; talvez você não conheça a si mesmo; ou talvez eu seja apenas alguém bem diferente de você.
Talvez nada disso me importe tanto quanto você pensa; talvez você tenha lido tudo isto até aqui porque se importe mais do que eu, rs. Mas só talvez! Enfim, a vida é um sopro!


*´¨) ¸.•´¸.•*´¨)
(¸.•´ ( ¸.•` ¸.•*¨ ¨`*•.¸¸.

Caroline Abrantes

A distância entre o querer e o conseguir


Tanta coisa pra falar e tão difícil de dizer...
É assim que me sinto.
Falta uma coisa, que me der forças,
pra se expressar,
pra falar,
pra vir aqui e digitar.
Existe muita coisa a ser dita, 
compartilhada...
mas falta a competência
o "insight"
Vem, eu te espero.

(per)seguidores

No Google+