sexta-feira, 23 de abril de 2010

Cine Solteironas

Combinei de assistir um filme com as minhas amigas. Seria o Cine Pimponas ;*, mas reunir todas essas meninas sempre difícil. O que era pra ser o  Cine Pimponas virou Cine Solteironas =D, já que as comprometidas estava todas ocupadas demais. 
Nos reunimos na casa de uma das amigas, compramos refrigerante e mousse de limão e tinha pipoca e brigadeiro de Ovomaltine :9

Assistimos It's Complicated (Simplesmente Complicado), da mesma diretora de Do Que As Mulheres Gostam, o filme conta a história de Jane (Meryl Streep) é uma mãe de três filhos que tem uma relação amigável com o seu ex-marido, Jake (Alec Baldwin), após dez anos da separação. A convivência entre eles acaba se tornando um romance, sendo que Jake, no momento, está comprometido com uma moça. Agora, Jane vive um dilema, já que se tornou a amante de seu antigo marido. No meio dessa confusão, chega Adam (Steve Martin), arquiteto contratado por Jane, que também estar se recuperando de um divórcio. Ele se apaixona por Jane e logo percebe que faz parte de um triângulo amoroso. Tudo isso de uma maneira divertidíssima e engraçada, como os atores. Alec e Steve apresentaram o Oscar desse ano e quando foram anunciar as atrizes que concorriam ao prêmio de melhor atriz, entre elas Meryl, que concorria pela 15ª vez, eles a chamaram de maior perdedora do Oscar, afinal ela "só" ganhou 2 estatuetas e tudo isso foi levado com bom humor, o que falta as vezes aqui... ;)


Eu gostei muito, dei risada, as meninas riram dos meus gritos de sustos :$ (nesses momentos tenho vontade de tá em casa, colocar no mute, deixar a cena passar, depois voltar e assistir com som :P - sim eu sou meio doida xD) - e conversamos pouco, queria ter ficado mais tempo... Mas ainda ganhei dois DVDs: O Fabuloso Destino de Amelie Poulain e A Verdade Nua e Crua.


Eu gosto dos dias assim, que confirmam que a simplicidade das coisas nos tornam felizes...


terça-feira, 20 de abril de 2010

De fora pra dentro

Uma vez me disseram que meu blog parecia um diário - não adiantar fingir, ele é meio isso sim! -, mas isso não foi visto de um jeito positivo por mim =/.
Não quis isso, também não quis deixá-lo informativo "ele é meu e nele eu escrevo o que eu quiser, hunf!" egocentrismo.
Sei que escrevo pra vocês (na esperança de que haja leitores), mas não sou do tipo que escreve pra fora no meu espaço, já vou ter que fazer isso na minha profissão (espero eu), então vou continuar a escrever assim, tá?!
Aqui vai ser o mínimo espaço de sugestões, mudanças, palpites; coisas assim, que as vezes temos vontade de dizer no blog alheio. Não quer dizer que tudo será acatado, ou que algo será, mas que depois desses três meses no ar, eu abro um espaço para ouvir quem me (per)segue, ou não.
Eu já mudei nome: Jéssica... Quem entenderá? (falecido), que renasceu e como Quem Viver Verá - uma fase de esperança, vontade! - e hoje é Nem tão simples assim - deixou de ser aquilo Bruno e Marrone, como dizia o Saulo: "O que será, será. Quem viver, verá ♫", e passou a ser como eu, porque as mudanças não são apenas no layout ou na cor, é mais interna -.
Como um amigo perguntou "O blog vai ser assim como você = multi-personalidades = 1001 títulos?" Provavelmente, afinal, ele é meu ;)
Obrigada aos meus seguidores, aos leitores e quem comenta por aqui, ou não.  Eu assumo, gosto de verdade, desse meu mundo.

Twitter






Eu já tinha escutado falar em twitter, mas nem sei o que (ou quem) realmente me fez entrar lá. Em 2:51 PM Aug 17th, 2009 via web e meu primeiro tweet foi uma coisa bem simples: "Cheguei! Opa, como funciona isso ;D".
Diferentemente de muitos dos meus amigos, não desisti e hoje (até a hora em que escrevi essa parte do post) tenho 1,298 tweets.

No twitter os usuários enviam e recebem atualizações pessoais de outros contatos (em textos de até 140 caracteres), através do website do serviço, por SMS e por softwares específicos de gerenciamento. O serviço é gratuito pela internet, entretanto, usando o recurso de SMS pode ocorrer a cobrança pela operadora telefônica.

Hoje sigo 31 pessoas, entre elas estão: a trupe do CQC e mais uma pessoas que conheci através da #RedeCQC -; alguns "serviços" do twitter, como o Fun140 de quiz, o TweetPhoto, o sms2blog, e o Frases de Filme; as universidades daqui (UFC e UECE); por fim, sigo a banda Pedra Letícia e o seu humorista cantor Fabiano Cambota; o Criador; a jornalista Julia Bandeira; o nadador Thiago Pereira; a escritora Tati Bernardi; o humorista Bruno Mazzeo e alguns amigos. Também é possível criar listas de interesses. Dividi os meus entre meus amigos que têm twitter, mas não o usam com frequência; algumas meninas aqui do Ceará que me fazem dar risada e os candidatos a Presidente da República deste ano.

No twitter sigo as leis da twittosfera, criada por Pitty, acho que foi a coisa mais simples e fácil que falaram sobre a Twittolândia:

[...] O tempo foi passando, o número de pessoas que me seguiam ali foi aumentando, e eu comecei a me deparar com algumas situações constantes as quais gostaria de tentar esclarecer agora e aqui, porque nesse caso 140 caracteres é muito pouco. O famigerado “Me segue”: Não é assim que funciona. As pessoas devem ser livres ali para escolher quem elas querem ou não seguir, de acordo com seu tempo disponível e interesses específicos. Qual o objetivo de receber na sua timeline tweets que não lhe interessam de fato? Isso não tem nada a ver com falta de gentileza, tem a ver com o aproveitamento real da ferramenta. [...] Prefiro poucos que posso acompanhar de verdade do que muitos que nunca vou conseguir ler. se perde. [...] Adendo: “me retuita” e “me indica” entram na mesma categoria, desde que não seja referente à alguma causa nobre. Isso não é algo que se imponha, é algo que simplesmente acontece quando o dono do perfil acha que tem que acontecer. [...] A chatice de “floodar”: Floodar é o abrasileiramento da palavra “flood” que em inglês significa “inundação”. Virou moda por aqui, e consiste em mandar a mesma mensagem (geralmente irrelevante) diversas vezes. No Twitter, é um inferno quando um sem-noção inventa de escrever (e até numerar) o mesmo “por favor me responde” 342 vezes. Porra, não floode, bicho. Não é a quantidade de vezes que determina uma resposta, e sim o conteúdo da pergunta. Por isso criei uma regrinha básica que até rima: se floodar, vou bloquear. Porque isso é muito, muito chato e me impede de ver as outras mensagens que porventura sejam legais. Quantidade X qualidade: O número de seguidores vai crescendo, e vai-se constatando algo que eu já intuía através de outras situações anteriores. Quando se lida com mais gente, quanto mais popular se fica, mais pessoas diferentes e distantes de você aparecem. Ter mais seguidores é sempre ótimo porque é sua informação chegando mais longe, mas isso implica em lidar com aquele sujeito que só conhece suas músicas mais famosas e acha que te sabe; [...] E o tempo ajeita tudo: no final, depois de um processo natural de separação entre o joio e o trigo, só restarão os bons. [...]
Pitty
Quem quiser ler o post dela completo clica aqui.
Não poluo minha timeline com coisas que não me interessam. Ali já vivi causos simples, rotineiros, simples e diversíssimos. Já disseram que eu só falo com artista, já fiquei (abestadamente) felizinha com um "Oq?" do Luiz França e um "Oi, querida! obrigada, viu? beijao" da Julia Bandeira, fiz testezinhos ridículos, presenciei diversos barracos: Fã(náticas) do Danilo x Marco Luque e uma "piada" no É Tudo Improviso; Legendários (lê-se Gui Pádua e Mion) e o seu "#HumordoBem" x Danilo e o seu "#Humordomal"; Bruno Mazzeo e Pedra Letícia x Fã(náticas) do Luan Santana. Já morrir de rir com o TTBr (desaparecido), teve até o caso do #DiaMundialSemCarne, onde com minha piadinhas: "No orkut todo mundo é bonito. No MSN todo mundo é ocupado. No Twitter todo mundo é humorista." (@FabioFlorez) vivenciei uma discussão com um vegetariano, que no fim me mandou um e-mail de concientização, já fui convidada pra ser modelo, sim com meus 59kg, já enviei frases para o @_frasesdefilmes... Já me choquei com unfollows, me informei de dias comemorativos, situações... Me tornando cada vez mais dependente do twitter. Hoje mando tweets do celular.

O twitter é uma ferramenta essencial no meu dia-a-dia e, uma aba sempre aberta na minha janela.

Itwitter

    terça-feira, 13 de abril de 2010

    Improvável, um espetáculo provavelmente bom.



    Acho que todo mundo, pelo menos uma vez na vida, já viu um vídeo do Improvável no YouTube.
    Os Barbixas (Andy, Elídio e Dani) + convidados arrasam na arte do improviso! Na hora das improvisações há uma seleção das sugestões da platéia e é explicado os mecanismos e as regras dos jogos de improvisação. Assim, divertem várias plateias do Brasil com a variedade de jogos, como Cenas Improváveis, Conto de Fadas Improvável, Só Perguntas,  Troca, Frases Improváveis, entre muitos outros, que unem improvisação e humor.
    Já passaram por lá nomes conhecidos, por exemplo: Rafinha Bastos, Marco Luque, Oscar Filho, Marcio Ballas, Marcelo Tas, Bruno Motta, Fabio Rabin, entre muito outros astros do Humor.

    o twitter: @andybizzo, @elidiosanna, @ciabarbixas (usado pelo Daniel)
    • O Marcio Ballas não faz parte da Cia. Barbixa de Humor, é além de convidado da Direção Improvisacional;
    • No seu ano de estréia as apresentações eram mensais e Rafinha Bastos era o Mestre de Cerimônias fixo;
    • Lembre-se apenas que o espetáculo se chama Improvável (e não"Improváveis").
    O site deles: http://www.improvavel.com.br/ onde você encontra mais detalhes.

    segunda-feira, 12 de abril de 2010

    Eclipse

    (provavelmente contém spoilers)

    Na minha humilde opinião, Eclipse é o MELHOR livro da saga Twilight - tá certo que eu não li Amanhecer, mas até agora - é o melhor sim!
    Assim que terminei de ler Lua Nova comecei logo a ler Eclipse e eu sou do tipo de pessoa que quando pega um livro só solta quando acaba, eu os devoro, #LeioRapido! E como já disse em outra oportunidade: eu me entrego à história.
    Confirmo: Jacob Black é um fofo e eu me apaixonei por ele *.* 
    Ele não era o meu Jacob, mas podia ser. Seu rosto era familiar e adorado. De muitas maneiras verdadeiras, eu preferia que ele me pertencesse.
    Já o Edward é o Edward, ele é PERFEITO, por isso é uma personagem.
    As pessoas vem me falar do Robert, que ele tem ataque de estrelismo, que ele fede, que ele é gay, que tem alergia a vagina, que se veste mal... FODA-SE o Robert Pattinson , é do Edward que eu gosto - Não desmerecendo o ator, que arrasa, que é lindo, que já fez diversos filmes com personagens diversos -, mas se trata da personagem! Acho que toda mulher queria tê-lo por perto, um pedacinho da vida (falta só ser mais quente)

    ♥ Eu adorei:
    • Capítulo 22 Fogo e Gelo:
    "Jacob tinha razão. Teve razão o tempo todo. Ele era mais do que meu amigo. Por isso era tão impossível me despedir dele - porque eu estava apaixonada por ele. Também. Eu estava apaixonada por ele, mas não era o suficiente para mudar nada..." Bella
     Ah, me identifiquei com a Bella, a personagem que mais me estressava! Foi muito bom pra mim, principalmente com o Jacob.

    P.S: Tô falando como leitora, não como fã-poser, hein?! =)
    #fiqueclaro!

    • Capítulo 23 Monstro:
    Prova o que é amor, compreensão, doação, maturidade...:
    "...Quando eu a deixei, Bella, deixei-a sangrando. Foi Jacob que a suturou. Isso tinha de deixar sua marca... nos dois. Não tenho certeza se esse tipo de sutura se dissolve sozinha. Não posso culpar nenhum dos dois por alguma coisa que eu tenha tornado necessária. Posso conquistar o perdão, mas isso não me deixa escapar das consequências." Edward
    Tenho minhas dúvidas se existem mesmo pessoas assim, acho que é uma experiência adquirida com séculos
    ... Ainda seria minha alma gêmea se suas pretensões não tivessem sido eclipsadas por algo mais forte, algo tão forte que não podia existir num mundo racional.
    Enfim, Sinto o mesmo que a Bella:
    Jacob é apaixonante e o Edward é amável. #queroosdois!
    Chorei e dei risada.

    Vale a leitura!

    quarta-feira, 7 de abril de 2010

    Despedida


    Tenho uma amiga que teve coragem. Ela aceitou o desafio, e foi lá longe realizar seu sonho. Dia 15 viajou pra Mossoró, pra cursar Ecologia na Universidade Federal Rural do Semiárido - UFERSA, sem sua família, sem nenhum dos seus amigos, apenas com seu medo e sua coragem, lado-a-lado. 
    Nós - como bons amigos que somos (: - fizemos algumas - isso mesmo, no plural! - despedidas pra ela.

    A primeira aconteceu dia 20/02, na casa de um dos nossos amigos. Passamos o dia lá, conversamos muito, muito mesmo! Inclusive percebemos que o que faz a conversa deslanchar é o sexo e seus derivados. Serão coisas da idade?

    A segunda foi um dia que planejamos praticamente todinho pra ela! Fomos almoçar na casa de outro amigo, ele fez uma lasanha deliciosa. Para completar, passamos a tarde conversando coisas aleatórias. O grande desfecho se deu com uma Festa nada Surpresa 2 em 1 - despedida e aniversário .

    A festa teve direito a caderninho, bolo, fotos - que se perderam na eternidade, família e amigos, com emocionante volta pra casa!

    "Liberdade, Responsabilidade & Saudade "

    Houve ainda a 3ª despedida, mas eu não pude comparecer.

    Minha amiga teve garra de enfrentar o medo, a desconfiança, o descrédito. Ela seguiu em frente. Força! Mossoró é logo ao lado.

    (per)seguidores

    No Google+