segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Breve tratado sobre alguns amigos :D [2]

"Em resumo, esse é meu blog e é aqui que eu vou colocar o que eu penso."

Uma vez por outra me pergunto, o que colocar em um blog. Tenho receio de abrir muito minha vida pra esse mundão da Internet. Mas aqui, apresento-lhes amigas completamente diferentes, mas igualmente essenciais na minha vida.

A primeira conheci na 8ª série, meu primeiro ano no Colégio São Vicente. Ela era meio arisca, não se deixava muito envolver, mas fomos nos completando... No ano seguinte, nossas amigas saíram do colégio e seriamos só nós duas. Conhecemos outros amigos e continuamos firme e forte, até hoje. Apesar de algumas muitas diferenças, nós conseguimos sobreviver a elas... Brigamos muito, discutimos mais, mas nos entendemos muito bem. Temos uma personalidade muito parecida, aquela história que dois bicudos não se bicam... Mas aqui se bicam e voam muito juntos...
Ela foi a primeira amiga com quem falei depois do resultado da UFC. Conversamos muito tempo no telefone, falamos das nossas reações, das nossas vidas desde então e dos planos para o futuro. É realmente difícil saber o que fazer depois do vestibular. Eu, não vejo a hora de estudar, quero ser jornalista, eu tento até pensar em Serviço Social na UECE, mas só me vem isso à cabeça, meu sonho, desde a 6ª série, quero ser jornalista! A minha amiga disse que não estava muito a fim de estudar esse ano não. Que foi até "bom" não ter passado, não sabia se era pra ser isso mesmo da vida ela. Acho isso meio triste e louco. Mas alguns rumos da nossa vida têm que ser tomados por nós mesmos...


A segunda amiga é uma pessoa maravilhosa, maravilhosa mesmo! Quando começamos a ser amigas, foi quando fui fisgada por seu jeito cativante, carismático... Uma pessoa tão doce... 
E desde então, vê-la no Terço dos Jovens, na Missa, era tão bom. Fomos construindo uma amizade exatamente como eu acho que as amizades devem existir: com calma, paciência, respeitando o limite de cada uma, a velocidade com que as pessoas se abrem pra você...
"Talvez estas palavras sejam insuficientes pra expressar toda a minha admiração, meu AMOR, minha AMIZADE e todo o meu respeito por ti AMIGA. [...]" sei que ela lembra...
E desde então, ficar junto dela foi cada vez melhor, cada vez mais real. Nesses dias, fui a casa dela, levei os livros das obras da UFC do ano passado que ela havia me emprestado e uns livros com questões de Física, Química e Biologia - ela tá na 2ª fase de Medicina na UECE.
Conversamos muito, muito, muito mesmo! Sempre acontece isso com a gente, perco a noção de hora, de tempo. Amo demais! 

(per)seguidores

No Google+