domingo, 31 de janeiro de 2010

Todo mundo odeia a Jéssica

Não sei vocês, mas eu sempre tenho um dia de "Chris": tudo é minha culpa, tudo cai pra cima de mim. O meu foi dia 17/01. Minha mãe estava chateada: eu não arrumo o meu quarto; eu não vou atrás das minhas coisas; eu sou relaxada; eu passo o dia na internet; eu não estudo para o vestibular da UECE... e mais uma série de razões que ela vai saber listar, se alguém perguntar.

Eu sei que ela tem razão em reclamar, mas não total afinal, eu SOU ASSIM, desleixada, preguiçosa... O pior, dessa vez, não foram àquelas palavras de sempre, foi o caso dela "lavar as mãos". Ela disse que não iria mais se importar, que não haveria problemas se eu não quisesse estudar, mas que eu deveria ir atrás de fazer alguma coisa da vida - como se eu não gostasse de estudar...

Porra... eu estudo sim, tanto que passei da 1ª fase da UFC. Mas não, isso não é o suficiente, afinal eu tenho que estudar pra UECE. (Mesmo sendo época de férias, mesmo NINGUÉM estudando), afinal a inscrição foi R$85,00!

Tenho raiva disso, como ela não entende que a anulação da primeira fase só serviu para fazer com que eu perdesse total interesse nesse vestibular, além de me deixar limitada a fazer esta prova. Mas isso não importa, porque o que importa é a interpretação dela, então fiquei de castigo.

Passei o dia seguinte sem poder entrar na internet. Eu até poderia ter burlado o castigo, mas quis respeitá-lo... Às vezes é preciso. Eu sabia que o que eu tava fazendo não era certo, mas eu também não me considerei totalmente culpada #coisadeadolescente.

Nesse dia do castigo, eu passei o dia lendo revista, livro, relembrando o ultimo livro que li (Crepúsculo) e dormindo... Passou rápido, e fez minha mãe ficar mais calma, então serviu pra alguma coisa! Há males que vem para o bem, quem viver verá.

(per)seguidores

No Google+