domingo, 20 de novembro de 2011

Orgulho-me de mim.


10º dia. Algo que te orgulhes.

Não há nada que me faça ter mais orgulho do que eu mesma. Tava conversando com um amigo azul, disse a ele que eu tinha muito orgulho da pessoa que eu estava me transformando, nesse momento. 
Eu sou feliz sendo que sou. Eu gosto desse meu jeito. Me orgulho de mim mesma. Sou a única filha mulher do meu pai e a filha mais velha da minha mãe. Confusa. Sagitariana, que não crê em signos. Teimosa. A Assistente Social da família, que pensava que queria ser jornalista mas aprendeu que pode escrever mesmo fora do jornalismo. Não gosto de gente metida, que acha que é sua amiga, acredito que amizade se conquista. Gosto de ler livros, mas não tenho lido tantos esse ano. Sou uma pessoa complexa, mas não complexada. Dou muito valor ao ócio. Detesto Rotina. Falo muito. Falo rápido. Falo alto. Gosto de observar os outros, me apaixono pelo modo como as pessoas escolhem viver sua vida. Gosto de gente, mas não gosto de muita gente. Sempre acho que conheço as pessoas de algum lugar. Sou estranha. Gosto de música. Não gosto de forró, mas em fases tolerantes eu escuto. Eu gosto de pensar, gosto até de pensar em como o pensamento se forma... Gosto de estrangeiros, mesmo estaduais. Gosto do sotaque dos gaúchos e dos pernambucanos. Quero falar inglês e francês. Vou viajar pra fora do país quando me formar. Gosto de Los Hermanos, de Vanessa da Mata e de Nando Reis, nessa ordem, de uma forma especial. Eu vou casar. Eu vou morar só antes de casar. Eu sou sarcástica. Eu tento ser engraçada, de vez enquando. Eu tenho desmemória. Eu escravizo quem eu gosto. Eu choro olhando pro espelho. Eu falo sozinha. Eu sou chorona. Eu morro de saudade. Eu casaria com o Frejat ou com o Chris Martin. Eu sou sentimental. Eu gosto de séries de TV, que eu vejo na internet. Eu tenho a cara da antipatia. Eu demonstro meus sentimentos. Eu sou uma tolerante nem sempre tolerante. Eu acredito no lado bom das pessoas. Eu acredito nos movimentos sociais e na capacidade das pessoas mudarem o mundo através da conscientização. Não gosto de quem quer poder pra mandar. Tenho medo de amar. Preciso de tratamento psicológico. Tenho amigos virtuais que são de verdade. Eu sou desastrada e desorganizada. Odeio arrumar meu quarto. Eu tenho necessidade de viver apaixonada. Gosto de ler blogs que falam dos seus autores. Gosto de ler o que eu escrevo. Gosto do meu blog. Acredito que somos renováveis, estou em constante mudança e me dou ao direito de voltar atrás nas minhas convicções. Gosto de olhar o mar. Eu não sou muito legal. Sou Crítica, estudo pra isso. Enjoada. Observadora e distraída. Chata. Boba.

(per)seguidores

No Google+